Aumentos Verticais com RPMTM

As Malhas de PTFE Reforçadas, RPMTM, podem ser facilmente aparadas, adaptadas e fixadas com pinos. A RPMTM oferece uma alta estabilidade e o espaço isolado pode ser aumentado com uma mistura de Geistlich Bio-Oss® e osso autólogo. Geistlich Bio-Oss® oferece estabilidade de volume a longo prazo10 e o osso autólogo contém as propriedades osteoindutoras necessárias para o aumento vertical11. O enxerto ósseo autólogo particulado pode ser colhido do ramo mandibular utilizando um dispositivo raspador ósseo9,11.

As membranas PTFE têm uma longa história como membranas de barreira e são altamente biocompatíveis6. As membranas de colágeno, como Geistlich Bio-Gide®, têm se mostrado benéficas para a cicatrização sem problemas dos tecidos moles12,13 em procedimentos de regeneração óssea guiada (ROG), resultando em baixas taxas de complicações12. Assim, as exposições potenciais podem ser antecipadas cobrindo malhas não reabsorvíveis com Geistlich Bio-Gide® para obter uma melhor cicatrização dos tecidos moles12,13. Além disso, ambos, Geistlich Bio-Gide® e RPMTM seguem o conceito de membranas biofuncionais que permitem a vascularização precoce do enxerto.

Quanto a todos os procedimentos de aumentos, o manejo de tecidos moles é fundamental9,14. Isto compreende especialmente:

  • Preparação de tecidos moles antes, durante ou após o tratamento para aumentar a espessura da mucogingival e a largura do tecido queratinizado
  • Elevação de um retalho de preservação de papila ou controle remoto de espessura total
  • Liberação periosteal para avançar o retalho para obter um fechamento sem tensão
  • Fechamento primário do tecido mole por colchoeiro horizontal e sutura única interrompida

 

Bibliography:

  1. Urban IA, et al: Int J Oral Maxillofac Implants 2009, 24 (3), 502-10
  2. Schwarz F et al. Clin. Oral Implants Res. 2008;19(4): 402-415. (Pre-clinical study)
  3. Rothamel D et al. Clin. Oral Implants Res. 2005; 16(3): 369-378. (Pre-clinical study)
  4. Perelman-Karmon M et al. Int J Periodontics Restorative Dent. 2012 Aug;32(4):459-65. (Clinical study) 
  5. RPMTM is manufactured by Osteogenic Biomedical, Lubbock, Texas, USA
  6. Elgali I, et al: Eur J Oral Sci 2017; 125 (5), 315-337
  7. Urban IA, et al.: Int J Periodontics Restorative Dent 2013; 33(3): 299-307.
  8. Urban IA, et al.: Int J Oral Maxillofac Implants 2014; 29(1): 185-93
  9. Urban IA, et al.: J Periodontics Restorative Dent 2017; 37(5):639-645 (clinical study) – review format of this reference
  10. Buser D et al., J Dent Res. 2013 Dec;92(12 Suppl):176S–82S (Clinical study).
  11. Urban IA et al., Int J Periodontics Restorative Dent 2015, 35(5):613-623 (clinical study) – review format of this reference
  12. Becker J et al. Clin Oral Implants Res. 2009; 20(7):742-749. (Clinical study)
  13. Tal H et al. Clin Oral Implants Res. 2008; 19(3) : 295-302. (Clinical study)
  14. Urban IA, et al Int J Periodontics Restorative Dent 2016, 36(3):329-337 (clinical study) review format of this reference