Aumentos Verticais com RPMTM

Reforce, Revascularize e Regenere

Você já quis tirar vantagem de uma membrana de barreira de forma estável que permite uma melhor vascularização do enxerto ósseo subjacente, como no caso das membranas de colágeno?

As membranas de politetrafluoretileno (PTFE) reforçadas com titânio são uma solução de prateleira bem documentada para o aumento vertical do rebordo alveolar na regeneração óssea oral e maxilofacial1. Elas proporcionam estabilidade através da estrutura integrada de titânio e proporcionam um espaço isolado para a formação óssea. Entretanto, as membranas clássicas de PTFE são membranas oclusivas que não permitem a vascularização a partir do periósteo. A vascularização precoce desempenha um papel central na regeneração guiada do osso, pois a angiogênese é fundamental para a formação de novos ossos2,3,4

A nova malha PTFE Reforçada5, RPMTM, é caracterizada por perfurações que permitem a vascularização a partir do periósteo.

  • Perfurações circulares de 660 microns (0,66mm) > permitindo a vascularização adequada do periósteo para o enxerto ósseo
  • Estrutura de titânio mantém espaço > essencial para o aumento vertical dos ossos6
  • PTFE permite fácil corte e adaptação > espessura de 200 microns, o polímero mais inerte e estável do sistema biológico6

O RPMTM combina os benefícios de um andaime estável e uma membrana barreira de PTFE, ao mesmo tempo em que permite o fornecimento ideal do enxerto ósseo através da vascularização do periósteo para obter o osso. O conceito e projeto do RPMTM foi desenvolvido em conjunto com o Prof. Istvan Urban, Hungria/EUA e reflete os mesmos princípios da Sausage TechniqueTM 7, mas para o aumento vertical do rebordo alveolar8.

«Com a nova RPMTM, chego o mais próximo possível dos resultados do osso regenerado como com a Sausage TechniqueTM, mas para o aumento vertical do osso.»
Prof. Istvan Urban, Budapest, Hungria

 

RPMTM possui configurações distintas:

  • Formatos retangulares
  • Com pontos de fixação pré-definidos distintamente fora da área do defeito
  • Para posicionamento interproximal

 

As formas selecionadas dentro do portfólio retangular e interproximal são especialmente projetadas para o uso na mandíbula. O lado lingual mandibular tem músculo miohióide e pontos vitais anatômicos9. Essas formas são caracterizadas por uma área não perfurada voltada para o lado lingual e permitem uma fácil remoção.

 

Bibliografia/Referências:

  1. Urban IA, et al: Int J Oral Maxillofac Implants 2009, 24 (3), 502-10
  2. Schwarz F et al. Clin. Oral Implants Res. 2008;19(4): 402-415. (Pre-clinical study)
  3. Rothamel D et al. Clin. Oral Implants Res. 2005; 16(3): 369-378. (Pre-clinical study)
  4. Perelman-Karmon M et al. Int J Periodontics Restorative Dent. 2012 Aug;32(4):459-65. (Clinical study) 
  5. RPMTM is manufactured by Osteogenic Biomedical, Lubbock, Texas, USA
  6. Elgali I, et al: Eur J Oral Sci 2017; 125 (5), 315-337
  7. Urban IA, et al.: Int J Periodontics Restorative Dent 2013; 33(3): 299-307.
  8. Urban IA, et al.: Int J Oral Maxillofac Implants 2014; 29(1): 185-93
  9. Urban IA, et al.: J Periodontics Restorative Dent 2017; 37(5):639-645 (clinical study) – review format of this reference
  10. Buser D et al., J Dent Res. 2013 Dec;92(12 Suppl):176S–82S (Clinical study).
  11. Urban IA et al., Int J Periodontics Restorative Dent 2015, 35(5):613-623 (clinical study) – review format of this reference
  12. Becker J et al. Clin Oral Implants Res. 2009; 20(7):742-749. (Clinical study)
  13. Tal H et al. Clin Oral Implants Res. 2008; 19(3) : 295-302. (Clinical study)
  14. Urban IA, et al Int J Periodontics Restorative Dent 2016, 36(3):329-337 (clinical study) review format of this reference