Abordagem simples - Implantação tardia

A implantação tardia é um tratamento confiável para qualquer cirurgião. A colocação de implantes após 6 a 8 meses melhora a cicatrização da ferida, facilita o tratamento do tecido mole e simplifica a cirurgia. Os procedimentos de preservação da crista realizados imediatamente após a extração dentária, minimizam a reabsorção óssea durante esse tempo de espera e portanto preservam o volume da crista.

Caso clínico: Preservação do rebordo com biomateriais para colocação posterior de implante.

O Geistlich Bio-Oss® Collagen e a membrana Geistlich Bio-Gide® promovem a formação de novo osso1 necessário para uma colocação adequada e segura do implante.

 

Referências:

  1. Cardaropoli D, et al.: Int J Periodontics Restorative Dent 2012; 32(4): 421-30.