Elevação lateral do assoalho do seio maxilar com uma fenestração óssea do assoalho do seio.

9_Angelo_Menuci_Neto_03.jpg
Prof. Angelo Menuci Neto
Porto Alegre, Brazil
10_Washington_Santana.jpg
Prof. Waschington Santana
Goiania, Brazil

  

Desafio clínico

A paciente descrita nesse caso é uma senhora de 56 anos, não fumante e com um bom estado geral de saúde. Ela reportou uma história de extração dental no lado direito, na região posterior da maxila há 3 meses. O plano de tratamento prevê uma restauração protética fixa e, para atingir esse objetivo, foi realizado um procedimento cirúrgico de aumento do seio antes da colocação do implante.

  

Resultado clínico

Objetivos

  • Elevação do assoalho do seio com atécnica da janela lateral
  • Prótese fixa na região posterior da maxila
  • Elevação do seio maxilar previamente a colocação do implante.

Conclusões

  • Tratamento de elevação do seio maxilar em dois estágios.
  • Esse caso clínico mostra excelente comportamento osseocondutivo do Geistlich Bio-Oss® e uma cicatrização sem complicações da Geistlich Bio-Gide®.
  • Ótimo resultado protético devido à excelente osseointegração do implante na área enxertada.

Objetivo / Técnica

Um retalho de espessura total foi realizado para expor a parede lateral do seio. Após realizada a osteotomia, a membrana do seio foi cuidadosamente elevada e foi criado um espaço para a colocação do enxerto abaixo da membrana. Em seguida uma membrana Geistlich Bio-Gide® foi usada para fechar a fenestração na parede óssea inferior do seio. O material de enxerto Geistlich Bio-Oss® foi gentilmente acomodado na cavidade do seio, seguido pela colocação da Geistlich Bio-Gide® modelada e posicionada para cobrir a janela lateral. Após 8 anos, um implante dental foi colocado na região do enxerto. A reabilitação protética foi realizada 4 meses após a instalação do implante.

Conclusão

Este caso clínico, com 12 meses de follow-up, mostrou o emprego de Geistlich Bio-Oss® e Geistlich Bio-Gide® ma elevação do seio maxilar com o intuito de realizar uma reabilitação com implantes dentais. O resultado protético favorável confirma as excelentes propriedades de osseocondutividade para a osseointegração.