Elevação lateral do seio maxilar com 13 anos de follow-up

8_Stephen_Wallace.jpg
Prof. Stephen Wallace
New York, USA

  

Desafio Clínico

Uma paciente de 63 anos do sexo feminino apresenta pouca esperança em seus dentes superiores e um desejo de receber uma reconstrução fixa. Um caso em estágios foi planejado com os caninosusados como abutments para uma prótese fixa provisória enquanto se realizava um aumento do seio e posterior implantação tardia. O caso foi apresentado com 1-2mm de osso residual na região dos molares. Durante a cirurgia de aumento do seio, a fina membrana Schneideriana membrane no lado direito foi extremamente rompida. Um procedimento de reparo da membrana de colágeno foi realizado e a elevação bilateral do seio maxilar foi finalizada com Geistlich Bio-Oss® exclusivamente e uma membrana Geistlich Bio-Gide® para cobrir a janela lateral do seio. Após um atraso prolongado (financeiro), os implantes foram colocados nos seios enxertados e um núcleo ósseo foi colhido através da janela lateral. Os dentes anteriores foram extraídos e um provisório foi extendido aos implantes posteriores. Os implantes foram colocados tardiamente na região dos caninos e a prótese final foi confeccionada. Foi realizado um follow-up final após 13 anos da realização da cirurgia no seio maxilar.

  

Resultado Clínico

Objetivos

  • Elevação do assoalho do seio com 100% Geistlich Bio-Oss® e Geistlich Bio-Gide® com apenas 1–2mm de remanescente ósseo.
  • Reconstrução maxilar fixa em ambos os lados.
  • Colocação bem sucedida do implante 1 ano após elevação do assoalho do seio.

Conclusões

  • Tratamento de elevação do seio maxilar em dois estágios.
  • Elevação bem-sucedida do assoalho sinusal com pneumatização severa com Geistlich Bio-Oss® e Geistlich Bio-Gide® mostra volume ósseo estável após 13 anos de acompanhamento.

Objetivo / Técnica

Existem 3 desafios interessantes nesse caso:

  1. Aumento de seio realizado com100% Geistlich Bio-Oss® com apenas 1–2mm de altura óssea remanescente
  2. Atingindo um resultado de sucesso diante de uma extensa perfuração
  3. Assumindo alguma perda do osso crestal existente devido à formação da largura biológica, os implantes molares foram instalados com o Geistlich Bio-Oss® provavelmente na crista por quase 10 anos.

Conclusão

  • Casos com pneumatização severa podem ser enxertados com Geistlich Bio-Oss® como o único material de enxertia.
  • O Geistlich Bio-Oss® isolado, coberto com uma membrana Geistlich Bio-Gide® proporciona resultados bem-sucedidos em situações clínicas comprometidas. A avaliação histomorfométrica mostrou 31% de osso vital com todos os implantes com sucesso por quaisquer diretrizes.
  • O Geistlich Bio-Oss® exposto na crista não resultou em peri-implantite.